Notícias

Matopiba pode ser beneficiado com recursos do Fundo Global para o Desenvolvimento Sustentável

11/07/2019 - Mariah Soares/Governo do Tocantins

Nessa quarta-feira, 10, o coordenador do Grupo Técnico dos Secretários da Agricultura dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (Matopiba), o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) César Halum, se reuniu em São Paulo (SP), com representantes do Paraguai, país que executa programa sustentável da carne bovina com excelência.

O secretário da Seagro está em São Paulo no Encontro Latino-Americano de Carne Sustentável. O evento é uma ação do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) e acontece na Universidade Hamburger (Hambuguer University), da Corporação Mc Donald´s.

O MC Donald´s é o patrocinador principal do encontro que reúne representantes de empresas de grande porte das áreas de alimentação e frigoríficos, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e de países da América Latina.

 César Halum participa do evento representando o Tocantins, a convite da Coordenação da Unidade de Desenvolvimento Sustentável do PNUD. 

Grupo de trabalho

Nessa quarta-feira, 10, o gestor da Seagro participou da mesa redonda do Grupo de Trabalho Brasileiro para Pecuária Sustentável (GTPS) com representantes do setor de pecuária sustentável da carne bovina do Brasil, Argentina, Paraguai, Colômbia e México.

Para, o secretário da Seagro, o Tocantins apresentou ponto favorável nas discussões. “O Programa Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF), um dos processos tecnológicos do Plano Agricultura de Baixo Carbono (ABC), é uma estratégia de produção sustentável que integra atividades agrícolas, pecuária – florestas que executamos com êxito”, destacou.

César Halum também enfatizou a importância do Tocantins no encontro, reconhecendo o grande desafio. “O desafio não é fazer produção ou preservação, mas o desafio é fazer produção e preservação” avaliou.

Programa

Foi em viagem institucional ao Peru em maio deste ano, para a Conferência Good Growth (Bom Crescimento Global), ação desenvolvida em nível mundial com a colaboração do PNUD, que o gestor da Seagro fez contato com representantes do Fundo Global para o Desenvolvimento Sustentável (GEF), quando sugeriu a elaboração de um projeto sustentável da carne para a região do Matopiba.

Os representantes do GEF demonstraram interesse e informaram que o Fundo possui R$ 15 milhões de dólares que podem ser aplicados no projeto. “A partir de então, tivemos a ideia de criar o Grupo de Cooperação Técnica formado por secretários da agricultura do Matopiba, para que juntos buscarmos desenvolvimento para a região” explicou.

Regras

Com o foco na alimentação saudável alinhada à sustentabilidade, a cadeia sustentável da carne possui cinco regras:

 -Recursos naturais: manejo responsável dos recursos naturais e melhoria do ecossistema;

- Pessoas e comunidades: respeito ao direito das pessoas e boa relação com as comunidades;

- Bem- estar animal: manejo respeitoso e responsável do animal para garantir o bem-estar;

- Segurança e qualidade dos alimentos através do intercâmbio de informação  para garantir sustentabilidade da cadeia;

- Eficiência e inovação: fomentar a inovação e otimização em processos de produção, redução de resíduos e melhoria da viabilidade econômica.

Compartilhe esta notícia