Notícias

Governo realiza obras de melhorias nas estradas vicinais do Projeto de Irrigação São João

19/11/2019 - Erica Lima/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), está realizando o serviço de melhorias das estradas vicinais do Projeto de Irrigação São João, localizado no município de Porto Nacional, a 25 km de Palmas.

De acordo com o coordenador da Residência Rodoviária da Ageto em Porto Nacional, Geraldo Majella, no local, estão sendo realizados os serviços de patrolamento, revestimento primário, melhorias no sistema de drenagem e recuperação de taludes. “Cerca de 20 km de estradas serão contempladas pelos serviços”, explicou.

Todo o trabalho é realizado pela equipe técnica da Ageto. Para o local, foram deslocados maquinários pesados, caminhões e uma equipe composta por oito homens. “Nosso objetivo é agilizar a conclusão dos serviços antes que o fluxo de chuvas aumente”, disse Geraldo Majella.

O superintendente de Irrigação e Drenagem da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Marcus Carlos Costa, destacou que os serviços têm o objetivo de melhorar o sistema logístico do local e garantir o escoamento da produção do projeto. “Essa era uma demanda dos produtores locais que está sendo sanada pelo Governo do Estado e que vai melhorar a distribuição dos produtos produzidos na região”, destacou.

As obras começaram há 15 dias e devem ser concluídas na próxima semana. “Esse foi um investimento necessário que garantirá maior agilidade no processo de escoamento dos produtos produzidos pelo projeto. Essa revitalização faz parte de um trabalho de fortalecimento do sistema logístico que vem sendo desenvolvido no Estado”, ressaltou a secretária da Infraestrutura, Juliana Passarin.

Sobre o Projeto

O Projeto de Irrigação São João foi iniciado ano de 2001 e compreende uma área de 3.654 hectares com infraestrutura de irrigação que possui a produção de hortifrutigranjeiros e frutas em 326 lotes de pequenos produtores e 37 lotes empresariais.

Os produtos produzidos no local são responsáveis pelo abastecimento de Palmas e região. O potencial de produção do projeto chega a 40 toneladas de alimentos por hectare. Atualmente, somente mil hectares possuem a cultura de cultivo por meio de abacaxi, banana, maracujá, manga, melancia e mandioca.

Compartilhe esta notícia